Mostrando postagens com marcador Dica-Beauty-Óleo de Rícino-Cabelos-Brilhante-Mamona-Oleosidade-Vitamina E-Caspa-Combate-Colaboradora-Cosmético-Beleza-. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dica-Beauty-Óleo de Rícino-Cabelos-Brilhante-Mamona-Oleosidade-Vitamina E-Caspa-Combate-Colaboradora-Cosmético-Beleza-. Mostrar todas as postagens

Dica de Beauty: Como Usar Óleo de Rícino para Deixar os Cabelos Mais Bonitos e Brilhantes


Amores, bom dia!!

A semana passou tão rápido demais, já é quarta-feira e eu vim toda animada contar uma super novidade para vocês. Teremos uma colaborada no Blog Pure Style, gostaram da novidade? Acho que tudo que nos agrega boas informações e experiências, vale a pena atribuir, concordam? Os post serão publicados TODA quarta-feira, uma vez por semana. A colaboradora de hoje é a Dianise N. Paiva é expert no quesito DICAS, tenho certeza que vocês irão adorar, são fáceis e práticas e fazem parte do dia a dia da mulher.

Como Usar Óleo de Rícino para Deixar os Cabelos Mais Bonitos e Brilhantes

O óleo de rícino era muito usado como um laxante natural, mas nos últimos anos o óleo de rícino caiu nas graças de quem quer deixar os cabelos mais bonitos e brilhantes sem gastar muito dinheiro. Extraído da mamona, esse óleo tem sido usado na fórmula de diversos cosméticos para cabelo com o nome de castor oil, mas também pode ser usado diretamente nos cabelos. Nesse artigo vai você aprender como usar óleo de rícino no cabelo. 

Benefícios do óleo de rícino 

O óleo de rícino atua de duas maneiras: é eficaz para a limpeza do couro cabeludo e ajuda a hidratar os fios de forma efetiva, além de fortificar e contribuir para o crescimento dos fios. 

Esse óleo é rico em ômega 9 e ômega 3, substâncias importantes para que o cabelo tenha volume e cresça saudável. Esses ácidos graxos quando são aplicados no couro cabeludo atuam como estimulantes para que os fólicos de cabelos produzam fios mais fortes. Eles também colaboram com a hidratação, formando uma proteção no fio para que ele não perca nutrientes e água.

No comprimento do cabelo, o óleo de rícino sela as cutículas dos fios, evitando o frizz e a aparência de ressecamento. Dessa maneira o óleo pode ser aplicado tanto no couro cabeludo quanto diretamente nos fios. 

De quebra, o óleo de rícino promove a produção de colágeno, que ajuda a retardar o aparecimento das marcas na pele causadas pelo envelhecimento.


Como usar óleo no cabelo 

O óleo de rícino deve ser aplicado nos cabelos durante o banho, basta espalhar pelos fios e fazer massagem por 3 minutos. Lave o cabelo normalmente ou aplique antes de dormir e retire no dia seguinte pela manhã. 

Não tem problema deixar o óleo de rícino no cabelo por algumas horas, pois na sua extração ele não é misturado com o rícino, famosa por ser um componente considerado tóxico. Em outras palavras, o óleo de rícino é a parte nutritiva e benéfica da mamona, assim não apresenta nenhum tipo de efeito colateral. 

A ressalva aqui é apenas para cabelos muito oleosos. O óleo de rícino limpa o couro cabeludo e ajuda a combater o excesso de oleosidade, mas pessoas com cabelo muito oleoso deve retirar o óleo de rícino durante o banho no mesmo dia. Deixar de um dia para o outro pode levar ao entupimento das glândula sebáceas visto que o couro cabeludo já é naturalmente oleoso. 

O óleo e rícino contém vitamina E, minerais e vitaminas que auxiliam no crescimento dos fios, ativam a circulação sanguínea no couro cabeludo.


Combatendo as caspas de forma natural... 

Além de deixar os cabelos bonitos, o óleo de rícino também pode ser usado no combate a caspa. Como dito anteriormente, ele ajuda na limpeza do couro cabeludo e a caspa na maioria dos casos é provocada pelo aparecimento de fungos. A caspa aparece em função de fungos ou da descamação do couro cabeludo, nessas duas situações o óleo é recomendado, pois no caso de descamação ele atua como um hidratante natural. 

No caso de estar fazendo tratamento recomendado pelo dermatologista para tratar caspa, é recomendado usar o óleo de rícino como um complemento. Nunca interrompa o tratamento recomendado pelo seu médico sem o conhecimento do mesmo. 

Referências: 




E aí, curtiu o post de hoje? Conta pra mim nos comentários!!